Patrono: José Ortiz Monteiro Patto.

Mauricio Ricardo Pereira nasceu na cidade paulista de Taubaté, situada no Vale do Paraíba.  Morou, em  seus dois primeiros anos de vida, na cidade de Redenção da Serra, e mais cinco anos no sítio de seus pais, no município de Natividade da Serra. Depois, seguiu para Taubaté a fim de iniciar seus estudos.

Desde criança, nutria prazer em escrever e desenhar e demonstrava talento para isso. Sempre foi incentivado nas artes por sua mãe, a dona Conceição, que guardava todos os seus  textos e desenhos.

Cresceu e formou-se em Publicidade e Propaganda. Mas, sua estrada sempre o levou para o lado editorial, trabalhou em algumas agências de propaganda e, também, em renomadas editoras na capital, sempre na parte de criação e produção gráfica. Só foi começar a escrever e desenhar livros, profissionalmente, no ano de 2006, quando resolveu registrar, em forma de livro para seu filho, as histórias de assombração que seu pai lhe contava.

No início, a ideia, que era escrever um livro, serviu de base para o projeto de conclusão de sua Pós-Graduação em design gráfico. Ele fez cursos e frequentou palestras e oficinas sobre como fazer um livro e, depois de tudo pronto, ofereceu o projeto para diversas editoras.  Após alguns “nãos”, chegou a uma editora que se interessou e publicou seu primeiro livro de contos folclóricos, intitulado, Contos de Assombração.

A partir daí, não parou mais, escreveu e ilustrou outros títulos para as editoras DCL, Jujuba, Santuário e Lemos Editorial e, hoje, já possui mais de 10 títulos publicados.

Suas ilustrações e seus textos refletem o modo de vida simples do interior, onde foi criado, e revelam seu gosto particular pela riqueza da cultura brasileira. Mauricio é escritor, ilustrador, designer, quadrinista apaixonado por temas folclóricos.

Atualmente, trabalha na Editora Santuário, em Aparecida, como Líder de arte na Criação Editorial.

No dia 02 de junho de 2007, tomou posse como Membro Titular da Academia Taubateana de Letras, ATL, ocupando a cadeira nº 19 - Patrono: José Ortiz Monteiro Patto.