Atl empossa novos Acadêmicos e comemora 18 anos de fundação

 

     A Academia Taubateana de Letras, designada pela sigla ATL, presidida pela Acadêmica, Profª Célia Aparecida Marques da Silva, está de parabéns ao receber, em seu quadro acadêmico, mais quatro personalidades do mais alto nível, em 02 de junho de 2017, às 19h, na Câmara Municipal de Taubaté, que ocuparam quatro cátedras, desta instituição literária e linguística.     

     A Academia completou, no dia 28 de maio, 18 anos de existência. A ATL tem o escopo primordial de resgatar e legar às gerações futuras a memória intelectual da cidade e, ao mesmo tempo, dar a lume novos talentos, pois ao elaborar o seu Estatuto, a carta magna, objetivou-se, além de cultuar o vernáculo, apoiar o fazer literário, em sua multiplicidade de aspetos.

     Assim, alicerçada nas suas diretrizes, nessa noite que memorável, como nas gestões anteriores, deu continuidade com a sua nobre missão.

     Os Acadêmicos eleitos: João D'Olyveira, cadeira 10, Patrono: João Dias Monteiro, Karina Pereira Issamoto, cadeira 17, Patrono: Leonor de Benedictis Gonçalves,  Maurício Ricardo Pereira, cadeira 19, Patrono: José Ortiz Monteiro  Patto e Sergio Adriano Gonçalves Geia , cadeira 16, Patrono: Monsenhor Antonio Nascimento Castro foram merecedores dos diplomas recebidos, pelos seus conhecimentos, suas experiências, seus  desempenhos sociais, artísticos e literários na comunidade.

     Como literatos, deverão preocupar-se, doravante, com a melhoria intelectual da nossa gente, compromissados com os valores cultuais da língua, e ao mesmo tempo, cônscios dos deveres, moral e estatutário, que deverão ser seguidos, na íntegra. 

     Espera-se que, com a eleição de novos acadêmicos, a instituição renove-se, cada vez mais, tornando-se mais atuante, mais dinâmica e profícua, imperando com supremacia na nossa cidade.

     A Presidente empossou os Acadêmicos, entregando-lhes medalhões, diplomas,   bótons, canetas,  o Estatuto e o Regimento  da  Instituição literária e a coletânea, mais recente, da ATL.

     O Acadêmico João D'Olyveira, eleito por seus pares, fez um discurso de agradecimento, introduzindo a fala de cada colega, no seu esmerado texto.

     Na ocasião, foi entregue uma placa à Acadêmica, Maria Marlene Nascimento Teixeira Pinto, presidente do Biênio 2013-2015, em agradecimento aos relevantes serviços prestados à ATL.

    Ainda, em homenagem ao aniversário de 18 anos da ATL, a Ilustre Acadêmica, Leny Mendes Castilho, declamou uma poesia de autoria da Acadêmica Maria Marlene.

     O Quinteto de Cordas do Projeto Fazendo Arte de Tremembé, com os regentes  Mychaell Serêjo (viola clássica) e Márcio Levi Teodoro (violoncelo), e mais os integrantes: Eloisa Rocha e Silva, Lucas Rodrigues dos Santos e Erick Vinícius (violinos) fez uma belíssima apresentação, homenageando  os empossados da noite.

     À seleta plateia, presente nesta casa de leis, foi dedicada a programação da noite.

     Mais uma vez, a Academia Taubateana de Letras fez jus ao seu lema:  Pro Litteris Semper, cumprindo, sobremaneira, princípios do seu Estatuto, promovendo solenidades que estão concordes com seus fins, e que condizem com a grandeza intelectual dos seus  Membros.

 

Profª Maria Marlene Nascimento Teixeira Pinto, Membro Titular da Academia Taubateana de Letras, ATL, e da Academia Valeparaibana de Letras e Artes, AVLA