Acadêmica Maria Marlene Nascimento Teixeira Pinto tem dupla participação na FLIP

 

   Dia 29 de julho, a Acadêmica, Maria Marlene Nascimento Teixeira Pinto, da Academia Taubateana de letras, ATL, e da Academia Valeparaibana de Letras e Artes, AVLA, lançou, na Feira Literária Internacional de Paraty, FLIP, o livro “O nome da trova”. Na ocasião, houve, também, o lançamento da antologia Inspiração em Verso III, da Editora Futurama - SP, da qual ela também faz parte com quatro poesias, a convite  da empresária, Alcione Gimenes Conejo, da Editora Futurama e Gráfica de SP.

    A cidade de Taubaté teve um duplo lançamento na FLIP, motivo de grande admiração para os  taubateanos.

     Estiveram presentes, além das duas Academias, parentes, colegas e amigos da escritora. A fundadora e diretora da TV Cidade Taubaté, Cláudia Perroni Mello, participou da feira e do lançamento dos livros. Teve uma presença marcante no  evento de tamanha envergadura.

     A antologia, Inspiração em Verso III, teve a participação de 43 autores do Brasil inteiro. A capa foi produzida pelo artista plástico, Fagner Pereira da Silva, e o prefácio foi da autoria da escritora, Susete Carvalho. Todos os partícipes foram responsáveis pelo grande sucesso do livro. Parabenizo Alcione Gimenes Conejo por mais este sucesso.

     O livro “O nome da trova” teve a capa e a diagramação feita pela designer, Fernanda Molinaro de SP. Muito competente, foi feliz na sua criação, despertando elogios de todos que tiveram acesso à obra. A Acadêmica  da ATL, Conceição Fenille Molinaro, foi a responsável pela escolha do nome. O prefácio ficou a cargo da Acadêmica, falecida em 22 de junho do corrente ano, Angelica Maria Villela Rebello Santos, que estava feliz e ansiosa pelo lançamento do livro. Seu nome e prefácio serão imortalizados nas páginas do livro. Foi uma grande perda para as duas Academias da cidade, para os taubateanos e para os guaratinguetaenses. Sem dúvida, deixou uma lacuna imensa no mundo cultural.

     Na contracapa da obra, Maria Marlene escreveu que o livro externa, em suas páginas, um pouco de suas tro­vas líricas, filosóficas e humorísticas sobre temas diversifica­dos, pois, na sua composição, tentou desvendar o sentimento que a alma experimenta e vivencia ao engendrar versos rimados a um tema qualquer. Ela afirma que não se proc­lama uma trovadora de grande naipe, apenas tenta, há anos, aprender a difícil e prazerosa arte exercitada por muitos. Espera que, com o livro, tenha conseguido demonstrar o seu singelo trabalho, elaborado com muito carinho, amor e força de vontade.

     Foi um sucesso o lançamento. Pessoas do vale do Paraíba foram prestigiá-la. Com isso, a cidade de Taubaté  afirma-se ainda mais como a cidade que agasalha, em seu seio, pessoas de grande talento na literatura.